quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Ter Fé

Aquele que sabe e sente o poder divino em seu ser mais íntimo será libertado, no sentido literal da palavra, das ansiedades e preocupações. Aquele que ainda não chegou a esta fase, mas está no caminho em sua direção, pode acercar-se do mesmo desejável resultado pela intensidade da sua fé naquele ser. 

Mas tal pessoa precisa realmente ter fé e não apenas dizer que a tem. A prova de que ele a possui, residiria na medida em que ele se recusa a aceitar pensamentos negativos, pensamentos temerosos e pensamentos desanimadores. 

Na mesma medida em que ele não falhar na sua fé e, portanto, em seu pensamento, nesta mesma medida, o poder superior não o deixará de apoiar na hora de sua necessidade. Foi por isso que Jesus disse a seus discípulos: “ Não vos preocupeis com o dia de amanhã. ” 

No caso do adepto, tendo ele desistido do ego não há ninguém para cuidar dele, então o Eu maior o faz por ele. No caso do crente, embora ele ainda não tenha desistido do ego ele está, entretanto, tentando fazê-lo e a sua confiança inabalável no Eu maior é recompensada proporcionalmente do mesmo modo. Em ambos os casos a expressão bíblica: “ O Senhor proverá ” não é apenas uma esperança piedosa, mas um fato concreto.

Paul Brunton
O Caminho Breve

Nenhum comentário:

Postar um comentário