terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Sua relação com o Eu Superior

A sua relação com o Eu Superior é uma relação de imediata conscientização de sua presença – não como um ser separado, mas como sua própria essência.


É viver a realização enquanto se comporta de maneira humana perfeitamente natural e é neste último sentido que um antigo texto Oriental descreve o sábio como não tendo em sua pessoa sinais distintivos.


A descoberta do seu verdadeiro ser não é exteriormente dramática e por um longo tempo, poderá ser que ninguém saiba disso, exceto ele mesmo. O mundo pode não honrá-lo por isso: ele poderá morrer tão obscuro como viveu. Mas o propósito de sua vida foi cumprido e a vontade de Deus realizada.


Assim como um homem que escapou de dentro de uma casa em chamas e ao encontrar-se no frio ao ar livre entende que atingiu a segurança, do mesmo modo o homem que escapou da ganância, luxúria, ira, ilusão, egoísmo e ignorância, entrando em uma exaltada paz e em um insight instantâneo, entende que ele atingiu o céu.


A dor e o sofrimento, o pecado e o mal, a doença e a morte, existem apenas no mundo dos pensamentos, não no mundo do Pensamento puro em si. Eles não são ilusões, entretanto, eles são transientes. Quem atinge o Pensamento puro irá também realizar na consciência uma vida sem dor, sem tristeza, sem pecado, imperecível e eterna. Estando acima dos desejos e dos medos, está necessariamente acima das misérias causadas por desejos insatisfeitos e medos consumados.

Paul Brunton
O Caminho Breve


Nenhum comentário:

Postar um comentário