sexta-feira, 16 de junho de 2017

Ambas são necessárias

Para conseguir essa força e obter essa sabedoria, você deve, paradoxalmente, seguir dois caminhos opostos. Primeiro, deve, todos os dias, afastar-se completamente de suas atividades e observá-las de forma analítica e impessoal. Depois, deve mergulhar nessas atividades e utilizá-las como trampolim para alcançar níveis mais elevados. Por isso se diz que nem a meditação, nem a ação são suficientes. Ambas são necessárias a você e uma não dispensa a outra. A meditação inspira e aspira. A ação expressa e testa.




Aquele que possui o poder, mesmo que reduzido, de ajudar os outros não pode imaginar onde essa ajuda irá parar. Se ela trouxer algum benefício para alguém que você conhece, essa pessoa poderá, por sua vez, ajudar outra e assim por diante, em ondas que se propagam continuamente.


Paul Brunton
Meditações Para Pessoas Em Crise

Nenhum comentário:

Postar um comentário