domingo, 21 de maio de 2017



"Tratar realidades desagradáveis, sem incluí-las na visão de mundo do indivíduo, conforta mas ao
mesmo tempo ilude a pessoa. Nenhum dos grandes profetas como Jesus e Buda negou a existência da doença, a realidade da dor ou o significado do sofrimento no cosmos. Não — eles reconheceram que elas fazem parte da vida humana, mas compadeceram-se dos que sofrem e lhes ofereceram conforto interior, baseado na verdade e na realidade."



Paul Brunton
Meditações para Pessoas Que Decidem

Nenhum comentário:

Postar um comentário