sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Cotas ou frases diárias de Paul Brunton



Cotas ou frases diárias de Paul Brunton em português e espanhol!

Se inscrevam!

Entre no link (AQUI) e faça o pedido, ou envie solicitação para o email: soradasan@gmail.com
É gratuito, diário. Um ensinamento por dia de Paul Brunton!


Paz e Bem.









" Jesus disse que é a Graça que inicia e mantém o homem no caminho para Deus, ainda que seu coração e vontade tenham também de fazer esforço. Ramana Maharshi confirmou essa declaração. "



Paul Brunton


" Não é por acaso que Jesus disse a seus discípulos, desde o começo de sua missão, que se arrependessem, isto é, modificassem uma concepção errada e abandonassem a maneira de viver culposa. Mas os atos nascem das ideias. Era antes de mais nada uma mudança na maneira de pensar o que Jesus declarava. Nas circunstancias mundiais atuais, o valor deste conselho aparece plenamente.   O mundo convencional, julgando pelas aparências em vez de julgar as aparências em si mesmas, foi conduzido, aos trancos e barrancos, a consciência rudimentar e fragmentária do que se passa sob a superfície das coisas.  Os acontecimentos que hoje presenciamos fazem soar as badaladas mortuárias de um mundo de pensamentos, de uma longa época de ideias, fora de moda. Nós nos alistamos numa luta para a conquista de novos valores que devem ser evidentemente o fruto de uma conceito de vida mais nobre que a que presidia a ordem antiga. "

Paul Brunton




" Como pode o auto-esforço do ego realizar a grande iluminação? O ego só pode abrir caminho para ela, limpar seu veículo e remover as fraquezas que a excluem. Mas a luz da sabedoria e propriedade do ser interno — a Alma — e portanto apenas esse ser interno pode proporcioná-la ao homem. Como pode o ego dar ou obter algo que pertence ao Eu Superior? Não pode. Só o divino pode dar o divino. Isso quer dizer que só pela Graça se consegue iluminação, não importa com quanto ardor se lute para obtê-la. "

Paul Brunton

"Nós podemos nos conservar mais calmos e equilibrados entre os terrores da nossa época se nos ativermos a verdade do mentalismo, se encararmos tais erros como experiencias cujo conteúdo e em última instância tão mental como o dos sonhos. E assim como os homens durante os pesadelos sofrem por se sentirem presos a realidade da experiência, coisa que não aconteceria se lhes fosse dado saber que estavam apenas sonhando, assim também nos modificamos os nossos sofrimentos físicos mantendo-nos despertos para o fato de que eles não são senão ideias que sobrevêm e são sentidas, mas que, assim como vem, vão-se embora. O filosofo, mais que qualquer outra pessoa, e capaz de mostrar o caminho aos outros numa época de perplexidade em que o mundo se encontre numa encruzilhada. "

Paul Brunton

Tempo-espaço?

As Mágicas do Tempo


A estranha luz que a relatividade fez jorrar sobre as nossas crenças acerca do espaço é em tudo
semelhante aquela que fez jorrar sobre as nossas crenças acerca do tempo. 

A segurança com que colocamos uma data num acontecimento ficará comprometida quando soubermos que tal acontecimento será visto em ocasiões diferentes por dois observadores colocados em corpos dotados de diferentes velocidades de deslocamento. 

Igualmente surpreendente é saber que duas ocorrências que para uma testemunha são simultâneas, para outra parecerão intervaladas.

A Terra já não gira no espaço com a mesma velocidade dos dias da sua juventude e, conseqüentemente, a duração do nosso dia é pelo menos o dobro dos dias de então!

A relatividade do tempo é tal que a tarda tartaruga que vive um século inteiro poderá não perceber que dura mais do que o fugaz inseto que nasce, cresce, reproduz-se e morre numa única semana, pois ela determina a sua experiência segundo um ponto de vista diferente. O que importa e o número de sensações que passam pela mente; se o número for o mesmo em ambos os casos, os anos não terão a menor importância. 
Aqueles que já experimentaram certas drogas sabem que uma das consequências e o surgimento de um sentido anormal de tempo de modo que um ato banal como o erguer a mão tomará meia hora na consciência para se consumar, conquanto para um espectador seja obra de uma fracão de segundo. 

Pessoas que escaparam de morrer afogadas dizem que durante o curto intervalo que precede a in-consciência a história de toda a nossa vida nos vem a mente com a velocidade de um relâmpago.

Nós adormecemos e temos a sensação de acordar logo após em sonhos, mas descobrimos posteriormente que despertamos apenas na manhã seguinte. Nos nos sentimos tão despertos durante o sonho como durante o dia.  No entanto, em cinco minutos de sonho fazemos uma viagem que em estado desperto levaria três semanas. 

Em sonhos vivemos longas sequências de acontecimentos dramáticos, amiúde cheias de detalhes, e nos parece que horas ou dias se passaram, quando a investigação revela que toda a fieira de acontecimentos ocupou tão somente uma fracão de minuto! 

Assim, a experiencia revela as estranhas flutuações da nossa noção de tempo quando abordamos o mesmo ângulos diferentes.

Paul Brunton
A Sabedoria Oculta Além da Ioga

Filosofia - busca total da verdade universal

Estranhas Descobertas Sobre a Verdade, Deus e o Espírito. 



" A filosofia é a busca total da verdade universal, do significado básico de toda a existência. 

A maior parte dos homens que se filia a um determinado credo religioso, culto ou escola de pensamento adota a atitude de considerar tais doutrinas como a última palavra da sabedoria, atitude de âmbito eivada de contradições. 

A implicação inconsciente dessa atitude e esta: Eu sei que isto é verdade — mas como lhes é possível ter certeza de que aquilo que sabem é verdadeiro, se não fizeram previamente um exame crítico e analítico das bases do seu conhecimento, se não fizeram um estudo semelhante de todas as doutrinas comparativas e antagônicas, e, acima de tudo, se ainda não fizeram um esforço no sentido de determinar o exato significado da verdade? 

Nada melhor para conseguir uma visão da aplicação filosófica dos princípios ora estabelecidos do que começarmos a examinar os significados atribuídos a essa palavra verdade por alguns dos nossos contemporâneos. "


Paul Brunton
A Sabedoria Oculta Além da Ioga

A Presença Misteriosa

Nas etapas iniciais do progresso espiritual, a Graça pode mostrar-se por meio da concessão de emoções enlevadas. 

Isso encoraja o aspirante a continuar a Busca e a compreender que até então está se empenhando de maneira correta. Mas, alcançado tal propósito, os estados de bem-aventurança por fim passarão, como devem passar. 

Ele então erroneamente imaginará que perdeu a Graça, que deixou de fazer algo que deveria ter feito ou que fez algo que não deveria ter feito. A verdade é que foi a própria Graça que trouxe essa perda, que constitui sua próxima etapa de progresso, embora não proporcione prazer algum a mente consciente, apenas dor. 

A crença de que perdeu o contato direto com o Poder Maior, que ele antes usufruía, está errada: seu contato era na realidade apenas indireto, porque suas emoções estavam então ocupadas consigo mesmas e com o prazer da experiência.

O aspirante está sendo separado delas para que possa esvaziar-se de todo desejo, para que possa tornar-se completamente humilde no que se refere ao ego e assim ficar pronto para a hora em que a alegria, uma vez reconquistada, nunca mais o deixará. Agora ele esta no limiar da noite escuta da alma. 
Nesse estado a Graça também atua em seu ser, mas nas profundezas da mente subconsciente, bem longe da sua vista e além do seu controle.

Paul Brunton
A Graça Divina

Seria o perdão um possível anulamento da lei do carma?

" Seria o perdão um possível anulamento da lei do carma?

Não haverá saída para uma consequência cármica que cria outras numa serie infindável e sem esperança? Acredito que Jesus tenha dado uma resposta para a primeira pergunta, e Esquilo para a segunda. Mateus, 12:31: "Então eu Ihes digo, todo pecado e blasfêmia serão perdoados ao homem", foi a clara declaração de Jesus. Quanto ao difícil problema proposto pela segunda pergunta, reflitam sobre a solução sugerida por Esquilo: "Somente no pensa-mento de Zeus, o que quer que Zeus seja.

O carma deve operar automaticamente, mas o Poder por detrás do carma sabe todas as coisas, controla todas as coisas, controla ate o próprio carma, sabe e compreende quando o perdão é benéfico.

Nenhuma mente humana pode penetrar esse Poder; portanto Esquilo acrescenta a sentença descritiva: "O que quer que Zeus seja". O perdão não destrói a lei do carma; complementa o trabalho dessa lei. 

"Todos nos mortais precisamos de perdão. Não vivemos como deveríamos, mas como podemos", escreveu Menander quase quatrocentos anos antes de Jesus. "


Paul Brunton
A Graça Divina.

Conselhos...

"Isto e tua servidão: pratica a meditação", assim disse o sábio Hindu Ashtavakra, que viveu há"
alguns milênios.

Esta citação por nós feita no segundo capítulo do "Ensino Secreto Além da Yoga", na maior parte desse capítulo, chocou os sentimentos e alarmou as antecipações de numerosos leitores. 
Tiveram receio de ensinar que a meditação devia ceder lugar a metafisica.   Pode-se ver agora quanto esta emoção era inútil. Seria preciso ter paciência e esperar o conjunto do ensino. 

Tilopa, sábio tibetano, do seculo IX, disse do mesmo modo:  "Não medite. Mantenha sua mente em estado natural". Um conselho negativo que não constitui uma revolta; antes é um progresso natural.   É dado, não aos neófitos, aos quais poderia prejudicar, mas aos estudantes mais adiantados, aos quais seria mais proveitoso, simplesmente uma tentativa para por a meditação no lugar que lhe compete entre todos os outros elementos que compõem a trama complicada da vida; e para lembrar a seus adeptos entusiastas que a pesquisa não termina com ela somente; para lhes lembrar que o que procuram se acha, a partir de agora, no mais profundo de si mesmos. "


Paul Brunton
A Sabedoria Oculta Além da Ioga