segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Sempre no Bem

O mal surge apenas quando um ser perde-se na ilusão da separatividade e do materialismo e entra, então, em conflito com outros. Não há um princípio definitivo e eterno do mal, mas existem forças do mal, entidades invisíveis que se extraviaram e que são tão poderosas em si mesmas que trabalham contra a bondade, a verdade e a justiça. Porém, por sua própria natureza, tais entidades estão fadadas à destruição; e mesmo seu trabalho de oposição, no final, é utilizado para o bem, tornando-se a força de resistência contra a qual a evolução testa suas próprias obras, a pedra na qual ela afia nossa inteligência, o espelho no qual ela aponta nossas falhas.


Paul Brunton
Meditações Para Pessoas Que Decidem

Nenhum comentário:

Postar um comentário