sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Tempo-espaço?

As Mágicas do Tempo


A estranha luz que a relatividade fez jorrar sobre as nossas crenças acerca do espaço é em tudo
semelhante aquela que fez jorrar sobre as nossas crenças acerca do tempo. 

A segurança com que colocamos uma data num acontecimento ficará comprometida quando soubermos que tal acontecimento será visto em ocasiões diferentes por dois observadores colocados em corpos dotados de diferentes velocidades de deslocamento. 

Igualmente surpreendente é saber que duas ocorrências que para uma testemunha são simultâneas, para outra parecerão intervaladas.

A Terra já não gira no espaço com a mesma velocidade dos dias da sua juventude e, conseqüentemente, a duração do nosso dia é pelo menos o dobro dos dias de então!

A relatividade do tempo é tal que a tarda tartaruga que vive um século inteiro poderá não perceber que dura mais do que o fugaz inseto que nasce, cresce, reproduz-se e morre numa única semana, pois ela determina a sua experiência segundo um ponto de vista diferente. O que importa e o número de sensações que passam pela mente; se o número for o mesmo em ambos os casos, os anos não terão a menor importância. 
Aqueles que já experimentaram certas drogas sabem que uma das consequências e o surgimento de um sentido anormal de tempo de modo que um ato banal como o erguer a mão tomará meia hora na consciência para se consumar, conquanto para um espectador seja obra de uma fracão de segundo. 

Pessoas que escaparam de morrer afogadas dizem que durante o curto intervalo que precede a in-consciência a história de toda a nossa vida nos vem a mente com a velocidade de um relâmpago.

Nós adormecemos e temos a sensação de acordar logo após em sonhos, mas descobrimos posteriormente que despertamos apenas na manhã seguinte. Nos nos sentimos tão despertos durante o sonho como durante o dia.  No entanto, em cinco minutos de sonho fazemos uma viagem que em estado desperto levaria três semanas. 

Em sonhos vivemos longas sequências de acontecimentos dramáticos, amiúde cheias de detalhes, e nos parece que horas ou dias se passaram, quando a investigação revela que toda a fieira de acontecimentos ocupou tão somente uma fracão de minuto! 

Assim, a experiencia revela as estranhas flutuações da nossa noção de tempo quando abordamos o mesmo ângulos diferentes.

Paul Brunton
A Sabedoria Oculta Além da Ioga

Nenhum comentário:

Postar um comentário