quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Arrependimento e liberação

"O que nos leva a agir de uma certa maneira é em parte a pressão do ambiente e em parte a sugestão do nosso passado. As vezes uma é mais forte, às vezes a outra. Mas a origem do problema repousa na nossa mente. Cultivá-la adequadamente nos liberta das duas compulsões."


"Ao observar nossa vida de pensamentos, deixando de fora as ideias negativas e cultivando as positivas, cheios de confiança nas leis superiores, efetivamente iniciamos processos que acabam por melhorar a vida exterior."



"O que retarda a atuação do seu pensamento dinâmico na modificação do seu ambiente ou alteração do seu caráter é o peso do seu karma passado. Mas trata-se apenas de um atraso: se você mantiver a pressão da concentração e do propósito, seus esforços acabarão por dar frutos."


"Quanto mais amável você for para com os outros, mais o comportamento deles com relação a você refletirá pelo menos
algumas dessas qualidades. Quanto mais você melhorar suas condições mentais e morais, mais suas relações humanas trarão de volta um eco dessa melhora."


"Quando toda a maldade e inveja são resolutamente expulsas de sua natureza, não apenas você lucrará com isso, melhorando seu caráter e tornando seu karma mais leve, mas também aqueles que possam ter sido vítimas de suas palavras mordazes ou pensamentos ofensivos."


"A lei das consequências é imutável e não resulta de um capricho, mas seus efeitos podem às vezes ser modificados ou até neutralizados por meio de ações e pensamentos opostos. Isso envolve, por sua vez, uma mudança acentuada no rumo da vida. A tal mudança damos o nome de arrependimento."


Paul Brunton
(O Que É O Karma)